segunda-feira, 28 de maio de 2007

Resenha: Palesta Apollo na UNIFACS

Em primeiro lugar, muito obrigado à todos que compareceram à minha palestra, realizada no último dia 26 de maio na UNIFACS (Imbuí/Salvador/Bahia). Mesmo em um dia de chuva, muita gente acordou cedo para ouvir o que eu tinha a dizer e pude perceber a atenção com a qual o conteúdo foi recebido. Meus sinceros agradecimentos!

Segue aqui, conforme prometido, uma resenha sobre o conteúdo abordado.

1 - Recapitulando o que foi discutido na palestra anterior (21/abr/07).

Na oportunidade anterior, apresentamos o Apollo e seus principais conceitos apresentando-os através dos seguintes tópicos:

  • O que é o Apollo?
  • Qual o objetivo do Apollo?
  • O que se pode fazer com o Apollo?
  • A nova realidade para designers e developers
Foi realizado uma revisão desses itens, aproveitando para nos comunicarmos em uma lingaugem mais direta e desta vez com a utilização de diagramas para explicar o que é o Apollo e como o mesmo apresenta sua funcionalidade em comparação ao FlashPlayer instalado na forma de um controle ActiveX ou Plugin sobre o Sistema Operacional. Desta forma pudemos explicar a diferença das aplicações desenvolvidas utilizando-se a tecnologia Flash-Platform para o modelo anterior ao Apollo e após a sua introdução. Isso ajudou a deixar claro para os participantes, qual o objetivo do Apollo.

Diversos exemplos de aplicações foram apresentados para os participantes presentes, demonstrando o poder do Apollo e principalmente os recursos diferenciais que este disponibiliza aos desenvolvedores. Para uma fácil referência, utilizei os exemplos citados pela própria equipe da Adobe no site http://labs.adobe.com . Dentre os principais:

- Finetune. Discutindo inclusive sobre a importância do Apollo em uma análise particular do modelo de comércio possibilitado a partir de sua introdução.
- Fresh. Demonstrando a riqueza de interação já conhecida possibilitada pelo Flash/Actionscript em Rich Internet Applications, e adicionalmente um uso importante do recurso de renderização de HTML/CSS/Javascript possibilitado pelo controle HTML presente para esta finalidade.
- DryerFox. Demonstrando um uso divertido do controle HTML.
entre outros...
- Tweetr. Mais uma implementação de integração com o site Twitter.com. Para quem ainda não sabe, trata-se de um site estilo Blog Instantâneo onde as pessoas publicam simplesmente o que estão fazendo a cada momento. Curiosamente, aconselho conhecer o projeto TwitterVision 3D que não foi apresentado na palestra. Trata-se de mais uma interessante aplicação de integração com o Twitter, desta vez desenvolvido em Flex, integrando uma API 3D.

Finalizando esta primeira parte da agenda, discutimos sobre um novo cenário de oportunidades para designers e developers, debatendo principalmente sobre o baixo impacto de investimento intelectual (portanto, consequentemente financeiro) para aproveitamento destas oportunidades, uma vez que todo o conhecimento necessário por parte dos desenvolvedores de soluções web, são simplesmente reutilizados para a abordagem de soluções desktop adicionais, complementares ou isoladas de conteúdos e/ou soluções já desenvolvidas utilizando as tradicionais ferramentas Adobe para este propósito (Flash, Actionscript, Flex, Dreamweaver, Fireworks e uma linguagem server-side semelhante em funcionalidade ao Coldfusion).

2 - Últimos acontecimentos:

Nesta segunda parte, apresentei aos participantes do evento, notícias a respeito dos principais acontecimentos que influenciaram o meio relacionado ao Apollo. Os principais temas foram:
Apresentamos a notícia do Flex open-source abordando inclusive assuntos relacionados à mudança de estratégia e importância da aquisição da Macromedia por parte da Adobe no que diz respeito principalmente à influência deste acontecimento na estratégia de comercialização e abordagem comercial sobre os produtos herdados desta aquisição. Foi possível avaliar as boas consequencias disto para a comunidade desenvolvedora e tentar arriscar inclusive apostas em notícias semelhantes quanto à outros produtos da Adobe, inclusive o Apollo, consequencia que parece ser até mesmo óbvia.

Anunciei aos que ainda não sabiam da notícia, a API disponibilizada publicamente por Matt MacLean em seu site, ainda sem um modelo de licença definido por tratar-se de um experimento, que permite o acesso direto (sem o uso de um middleware) ao banco de dados mySQL.
Para exemplificar o seu uso de maneira rápida, apresentei o seguinte código fonte, disponível aqui de forma completa (com comentários inclusive) pois nos slides ele encontrava-se particionado por razões claras aos presentes (resolução de vídeo, melhor apresentação, etc.):

<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<mx:ApolloApplication xmlns:mx="http://www.adobe.com/2006/mxml" layout="vertical" width="400" height="320" resizable="false">
<mx:Script>
<![CDATA[
//importação das classes referentes à API disponibilizada em http://maclema.com/asql
//desenvolvida por Matt MacLean
import pl.mooska.asql.*;
import pl.mooska.asql.events.*;

//declaração da variável que irá manter os dados recebidos.
//a metatag [Bindable] permite que a mesma seja utilizada como valor de
//parametro em tags MXML que necessitem ter acesso à mesma.
//no exemplo atual, vamos defini-la como a fonte de dados do data-grid
//de nome de instância "grid", através do parâmetro "dataProvider" que
//o controle do tipo grid disponibiliza
[Bindable]
public var recordset:Array;

//instancia da conexão com o banco de dados mySQL
private var connector:Asql;

//uma variável para manter as mensagens à serem apresentadas no
//controle tipo label que temos na interface
//o "bind" desta variável será utilizado no parametro "text" do
//controle "label" instanciado como "lblMessage" na porção MXML
//deste código
[Bindable]
public var connectorStatus:String;

public function startApp():void{

connector = new Asql();

connector.addEventListener(SQLEvent.CONNECT, onConnect);
connector.addEventListener(SQLEvent.SQL_OK, onProcessed);
connector.addEventListener(SQLEvent.SQL_DATA, onData);
connector.addEventListener(SQLError.SQL_ERROR, onError);

connector.connect("ip_ou_dominio", "usuario", "s3nh4", "nome_do_banco");
connectorStatus = "Tentando conectar...";

}

private function onConnect(e:SQLEvent):void{
connector.query("SELECT * FROM tabela");
connectorStatus = "Conexão OK! Solicitando dados...";
}

private function onProcessed(e:SQLEvent):void{
//actions for an ok update or insert action result
connectorStatus = "Dados processados!";
}

private function onData(e:SQLEvent):void{
recordset = e.data;
connectorStatus = "Dados recebidos!";
}

private function onError(e:SQLError):void{
connectorStatus = "Erro na conexão!";
}

]]>
</mx:Script>
<mx:Label text="Apollo x MySQL access sample" fontFamily="Verdana" fontWeight="bold" fontSize="16"/>
<mx:DataGrid id="grid" dataProvider="{recordset}" width="298"/>
<mx:Button label="Connect and get data" width="159" id="btn" click="startApp()"/>
<mx:Label text="{connectorStatus}" width="301" textAlign="center" fontWeight="bold" color="#ff0000" id="lblMessage"/>
</mx:ApolloApplication>




ATENÇÃO:
No código acima onde temos:

connector.connect("ip_ou_dominio", "usuario", "s3nh4", "nome_do_banco");


Deve-se alterar o seguinte:
ip_ou_dominio: o IP do servidor onde encontra-se a instância do seu banco de dados mySQL ou o seu nome de domínio. Exemplo: 192.168.0.1 ou localhost
usuario: o usuário no servidor mySQL que possui acesso ao banco de dados que irá ser consultado.
s3nh4: a senha respectiva ao usuário especificado.
nome_do_banco: nome do banco de dados no servidor mySQL contra o qual será feita a consulta.

O seguinte esquema pode ser utilizado para criar a tabela de exemplo no seu servidor mySQL caso você queira testar o código acima:

CREATE TABLE `users` (
`username` varchar(15) default NULL,
`id` int(10) unsigned NOT NULL auto_increment,
`fullname` varchar(45) default NULL,
PRIMARY KEY (`id`)
) TYPE=InnoDB;

INSERT INTO `users` (`username`, `id`, `fullname`) VALUES
('vpmjr', 1, 'Vicente Junior'),
('commander', 2, 'Neil Armstrong'),
('moonPilot', 3, 'Edwin Aldrin'),
('commandPilot', 4, 'Michael Collins');

Você deverá ter instalado e configurado devidamente os seguintes softwares para proceder com o teste e saiba operá-los:
Caso você ainda não tenha instalado e configurado os softwares acima, aguarde pois estarei publicando tutoriais a respeito destes procedimentos em breve.

Adiante, discutimos a respeito dos seguintes temas:

Sería o Silverlight finalmente o tal do FlashKiller? Uma ameaça? (sub-tema: Já não ouvimos esta história antes?) Definitivamente não existe esta comparação e isso ficou muito claro ao final da discussão. O posicionamento de ambos é totalmente diferente. Farei mais posts a respeito deste assunto aqui no Blog.

Após isso, introduzí à questão apenas por intenção de adicionar informação aos presentes, o JavaFX e também discutimos quanto ao seu posicionamento. Ficou evidente que o Silverlight e o JavaFX são concorrentes diretos mas que o Apollo possui algusn diferenciais importantes a começar por seus fundamentos e objetivos que são divergentes a estes dois. Como no tópico do Silverlight, mais posts serão colocados aqui abordando o tema mais profundamente.

Finalizando

Tratamos a respeito de conhecimentos necessários para começar a desenvolver com o framework do Apollo, treinamentos que estou ministrado para implementar ou complementar tais pré-conhecimentos, bem como os treinamentos voltados exclusivamente para o Apollo que já estou ministrando (extra-oficialmente) para os usuários interessados.

Caso você esteja interessado em algum treinamento, leia os detalhes disponíveis neste post e entre em contato a partir do meu email.

Os treinamentos são ministrados individual e particularmente, bem como para grupos/empresas.

Até a próxima! Mais posts a respeito dos assuntos aqui abordados estarão disponíveis nos próximos dias.

5 comentários:

OJ disse...

Olha eu outra vez!! rss
Até que enfim coloquei o meu blog online!
Tem um post lá sobre a sua palestra ;)!
Abraçoww

Vicente Junior disse...

Fala moço!
Mas qual o link do Blog? Publica aki que fica mais fácil do pessoal encontrar. Valeu a presença na palesta. Obrigado!
ABRAÇO!

OJ disse...

Afff
Esqueci do link..Oo
www.osmundocavalcante.com.br
Está faltando umas coisinhas mas uma hora eu acabo ele rss

Fer disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Łukasz disse...

I dont know italiano, but one thing theres wrong :)

There are TWO different mysql drivers, the code you provided works with http://mooska.pl
and the link was to the http://maclema.com/assql

cheers